Incredible India

Aqui começam uma série de posts que há muito prometi publicar, sobre a nossa viagem (minha e do Paulo) à Índia. Estes textos são nossos, escrevemo-los juntos e foi divertido recordar e escrever, e também perceber as diferenças, de como cada um de nós sentiu e memorizou esta viagem.

Incredible India

Falar da Índia leva-me à minha infância, leva-me à escola e ao tempo em que aprendi os descobrimentos. O tempo em que, como Camões, falávamos das Índias, e não da Índia. E é isso mesmo que aquele país é, são Índias. Muitas, diferentes, vários países dentro de um mesmo território.

A Índia é uma avalanche de sensações: comidas picantes mas delíciosas, pessoas sorridentes e coloridas, relaxantes massagens ayurvedicas, aromas de incensos e comida pelas ruas, o vibrar da citara na música antiga, o ritmo e as danças das músicas modernas, o calor de um chapati ou de um stuffed naan acabados de sair do lume, o baloiçar de um camelo nas areias do deserto, ruas entupidas com pessoas vacas cabras camelos cães porcos cicle rikshaws auto rikshaws carros e macacos, comerciantes e regateios em todo o lugar, monumentos antigos e o Taj Mahal, gecos devoradores de mosquitos pelas paredes, comboios de um quilometro em viagens de catorze horas, sapatos descalçados num momento de oração, milhares de deuses e templos, dezenas de religiões e centenas de dialectos, barcos e canais, mais comidas e outros sabores e mais combinações gastronómicas.

Nos próximos posts iremos viajar pelos caminhos que percorremos, cidade-a-cidade, pelas memórias de uma viagem incrível.

Aqui ficam algumas imagens do que pode ver nos próximos posts 🙂


Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*

F a c e b o o k